Meghan Markle fala pela primeira vez do seu romance com o Príncipe Harry / Meghan Markle speaks for the first time of her romance with Prince Harry

Esta rentrée chegou cheia de surpresas e com muitos assuntos para falarmos. Resolvi hoje falar sobre a Meghan Markle e o Príncipe Harry. Tenho evitado falar sobre a relação deles porque estão a namorar há pouco mais de um ano, a viver em diferentes continentes, e o que menos precisam é de mais alguém que não os conhece a opinar sobre eles.
This rentrée arrived full of surprises and with many subjects to talk about. I decided today to talk about Meghan Markle and Prince Harry. I have avoided talking about their relationship because they have been dating for over a year, living on different continents, and the least thing they need is someone else, who does not know them, to talk about them.


Mas.... isto aconteceu e como tal, eu tenho umas coisinhas a dizer. Mas calma M&H, são coisinhas boas!!! Meghan Markle deu em Junho uma entrevista e é capa da edição de Outubro da Vanity Fair. E foi a primeira vez que a actriz e activista norte-americana falou publicamente sobre o seu romance com o filho mais novo do Príncipe de Gales. Um romance que começou, segundo a própria Meghan em Julho de 2016, quando se conheceram através de amigos em Londres. Meses antes do romance ter sido descoberto. Meses antes do Palácio de Kensington emitir um comunicado, em nome do Príncipe Harry, confirmando a relação, e a pedir moderação pela maneira como os media e o público estavam a reagir a um assunto privado e pessoal.
But .... this happened and as such, I have a few things to say. But keep calm M & H, they are good things!!! Meghan Markle gave an interview in June and is the cover of the October issue of Vanity Fair. And it was the first time the American actress and activist spoke publicly about her romance with the Prince of Wales' youngest son. A love story that began, according to Meghan herself, in July 2016, when they met through friends in London. Months before their romance was discovered. Months before Kensington Palace issued a statement, on behalf of Prince Harry, confirming the relationship, and asking for restraint by the way media and the public were reacting to a private and personal affair.

Photograph by Peter Lindbergh for Vanity Fair

Algumas frases sobre Harry retiradas da versão online da entrevista conduzida por Sam Kashner, onde a actriz de Suits, fala basicamente da sua vida e carreira:
Some quotes about she and Harry, taken from the online version of the interview conducted by Sam Kashner, where the Suits actress, basically talks about her life and career:

Sobre como tem lidado com a massiva cobertura da impressa em relação à sua relação com Harry: "Tem os seus desafios, e os seus momentos - alguns dias são mais desafiantes do que outros. E de repente, foi surpreendente como as coisas mudaram. Mas tenho este sistema de apoio à minha volta, e claro, o apoio do meu namorado. Posso dizer que no final de cada dia, penso que é muito simples. Somos duas pessoas que estão muito felizes e apaixonadas. Namorámos discretamente 6 meses antes de tudo se tornar público, e trabalhei durante todo esse tempo, e a única coisa que mudou foi a percepção das pessoas. Nada em mim mudou. Ainda sou a mesma pessoa, e nunca deixei que a minha relação me definisse."
On how she has dealt with the massive press coverage of her relationship with Harry: “It has its challenges, and it comes in waves—some days it can feel more challenging than others. And right out of the gate it was surprising the way things changed. But I still have this support system all around me, and, of course, my boyfriend’s support. I can tell you that at the end of the day I think it’s really simple. We’re two people who are really happy and in love. We were very quietly dating for about six months before it became news, and I was working during that whole time, and the only thing that changed was people’s perception. Nothing about me changed. I’m still the same person that I am, and I’ve never defined myself by my relationship.

Sobre como lidou com os comentários racistas que surgiram na imprensa e redes sociais: Não leio imprensa. Nem tão pouco leio o que sai sobre a Suits. As pessoas mais próximas de mim protegem-me e sabem quem eu sou. O resto é ruído."
About how she dealt with the racist comments that came up in the press and social media:“I don’t read any press. I haven’t even read press for Suits. The people who are close to me anchor me in knowing who I am. The rest is noise.”

Sobre ela e Harry: "Somos um casal. Estamos apaixonados. Tenho a certeza que haverá um momento em que iremos dar um passo à frente e falar sobre nós com histórias para contar, mas eu espero que as pessoas compreendam que este é o nosso momento. Isto somos nós. É parte daquilo que torna tudo tão especial, e é somente nosso. Mas estamos felizes. Pessoalmente, adoro uma grande história de amor."
About Harry and she: “We’re a couple. We’re in love. I’m sure there will be a time when we will have to come forward and present ourselves and have stories to tell, but I hope what people will understand is that this is our time. This is for us. It’s part of what makes it so special, that it’s just ours. But we’re happy. Personally, I love a great love story.”

Embed from Getty Images

Esta entrevista é especial por uma das partes ter falado abertamente sobre a relação e não tanto pelo seu conteúdo. Meghan não nos deu grandes novidades, excepto talvez a confirmação de quando se conheceram. Todo o resto é notório e reflexo de todos os movimentos que o casal tem dado desde então. Ainda assim quero deixar algumas considerações:
This interview is special because one of them has spoken openly about the relationship and not so much for its content. Meghan did not give us any great news, except maybe the confirmation of when they first met. All the rest is notorious and reflective of all the movements that the couple has given since then. Still I want to leave some considerations:

1) Detesto. Detesto mesmo que tudo o que Harry e Meghan façam ou digam tem que ser escrupulosamente comparado a tudo o que William e Kate dizem e fazem. São quatro pessoas diferentes. Quatro pessoas com as suas virtudes e defeitos. Não existe nenhuma regra que imponha que para se falar bem de um dos casais, tem que arrastar o nome do outro casal na lama. Podem falar bem dos dois, sabiam? É assim: "O William e a Catherine vão ser pais de novo?  Que tudo corra bem e o bebé nasça com saúde". Simples! "O Harry e a Meghan estão felizes e apaixonados? Que bom para eles!!  Muitas Felicidades. O Mundo precisa de amor!". É isto.
1) I hate it. I really hate that everything Harry and Meghan do or say has to be scrupulously compared to everything that William and Kate say and do. There are four different people. Four people with their virtues and defects. There is no rule that imposes that to speak well of one of the couples, you have to drag the name of the other couple in the mud. You can say good things of both, you know? Let me show you: "William and Catherine are expecting another baby? I hope everything goes smoothly and the baby be born healthy." Simple! "Harry and Meghan are both happy and in love? Good for them. The world needs more love!" This is it.

2) Certamente que dar estas declarações foi uma decisão conjunta do casal. Meghan era já uma figura pública antes de conhecer Harry. Meghan dava entrevistas e era muito activa das redes sociais antes do romance se tornar público ( e mesmo depois disso, por algum tempo...). Meghan tem compromissos profissionais que a obrigam a promover-se. Meghan diminui o ritmo da sua actividade online e fechou o seu website The Tig. Os fãs sentem a sua falta. Estas declarações foram importantes porque ela falou abertamente no assunto sem expor demasiado a relação, ao mesmo tempo que voltou a ter uma voz activa perante os seus fãs e seguidores. Além disso a entrevista cobriu outros tópicos como a sua família e carreira. Obviamente que esta entrevista, para esta revista em particular, também foi uma forma de Meghan falar sobre si de uma forma directa e controlada.
2) Certainly giving these statements was a joint decision of the couple. Meghan was already a public figure before meeting Harry. Meghan gave interviews and was very active in social media before the romance became public (even after that, for a while, at least...). Meghan has professional commitments that force her to promote herself. Meghan slowed down her online activity and closed her personal website The Tig. Fans miss her. These statements were important because she spoke openly on the subject without exposing the relationship too much, at the same time that she came back with an active voice before her fans and followers. In addition the interview covered other topics such as her family and career. Obviously this interview, for this particular magazine, was also a way for Meghan to talk about herself in a direct and controlled way.

3) Não se iludam. Certamente esta entrevista teve a aprovação tanto de Harry como do Palácio.
3)Make no mistake. Certainly, both Harry and the Palace approved this interview.

4) Apesar da declaração de Meghan sobre "haverá um tempo para darmos um passo em frente e falarmos sobre nós...", não penso que o anúncio de um noivado esteja iminente (tipo, para o mês que vem). Acredito que o casal está seguro da sua relação e que existe um entendimento entre eles sobre quais os futuros passos da relação. Esta entrevista prova isso mesmo, mas não acredito que seja sinónimo de casamento em breve. Para mim é um passo nessa direcção, sim. E na minha opinião veremos Meghan e Harry juntos mais frequentemente. Como namorados oficiais...por agora.
4) Despite Meghan's statement about "there will be a time when we will have to come forward and present ourselves ...", I do not think the announcement of an engagement is imminent (like, next month...). I believe the couple is sure of their relationship and that there is an understanding between them about what the future steps of the relationship will be. This interview proves that, but I do not think it's synonymous with a soon marriage. For me it's a step in that direction, yes. And in my opinion we will see Meghan and Harry together more often. As official boyfriend and girlfriend....for now.

Embed from Getty Images

O último ponto abordado tem, para mim, muito a dizer. Acredito que M&H irão casar. Acredito que eles estão muito apaixonados e que têm várias coisas em comum. Acredito que cada um deles é um ser humano fantástico, por aquilo que consigo ver de cada um. Acredito que são pessoas com esta luz que podem fazer a diferença no mundo. Mas....quanto mais leio sobre Meghan, e não a conheço nem de longe nem de perto, mais me custa visualizar esta mulher dentro da família real inglesa, casada com esta instituição, com um papel oficial e com uma tiara na cabeça.
The last point addressed has, for me, a lot to say. I believe M & H will get married. I believe they are pretty much in love and have several things in common. I believe that each of them is a fantastic human being, from what I can see from each one. I believe they are people with this light that can make a difference in the world. But the more I read about Meghan, and I do not know her at all, I find it harder to see this woman inside the English royal family, married to this institution, with an official role and a tiara on her head.


Não me entendam mal: Meghan tem qualidades que seriam uma mais valia para qualquer casa real e, particularmente, para a casa real inglesa. Mas tal como ela mesma disse "Nunca deixei que a minha relação me definisse." É essa independência, bem reflectida nesta entrevista, que faz de Meghan alguém muito especial. E se não imagino Meghan como Duquesa, não é porque lhe faltem qualidades. Mas porque, simplesmente ela não precisa desse estilo de vida para fazer a diferença. Acho que estamos aqui perante uma novidade: pela primeira vez uma potencial noiva real já era mundialmente reconhecida pelo seu trabalho social, pelas causas que apoiava, pela generosidade e força de carácter. E isso incomoda muita gente. 
Do not get me wrong: Meghan has qualities that would add value to any royal house. and particularly, to the Windsor's. But as she herself said, "I’ve never defined myself by my relationship." It is this independence, well reflected in this interview, that makes Meghan someone very special. And if I do not imagine Meghan as Duchess, it's not because she doesn't have the qualities. But because, she simply does not need this lifestyle to make a difference. I think we are here before a new thing: for the first time a potential royal bride was already recognized worldwide for her social work, for the causes she supported, for the generosity and strength of character. And that bothers a lot of people.


Meghan está habituada às causas sociais, às câmaras, ao mediatismo. Basicamente, qualquer pessoa diria que ela está mais que preparada para uma vida de Duquesa, repleta de actos oficiais. Mas algo me diz que essa vida não é ela. Acho que se Harry fosse um Príncipe de outra qualquer Casa Real eu não teria esta sensação. Mas neste caso tenho. Mas também não tenho qualquer dúvida de que este casal fará uma equipa notável, qualquer que seja o estilo de vida pelo qual optarem.
Meghan has several social work done, she is used to the cameras, to media. Basically, anyone would say that she is more than ready for a life as Duchess, full of official acts. But something tells me that this life is not her. I think if Harry were a Prince of any other Royal House I would not have this feeling. But in this case I do have. But I also have no doubt that this couple will make a remarkable team, whatever lifestyle they choose.

Photograph by Peter Lindbergh for Vanity Fair

A onda de críticas e entusiasmo que seguiram esta entrevista, na qual eu também me inclui, é assustadora. Admiro todo o casal que esteja disposto a enfrentar tudo isto por amor. Mesmo que, na maior parte das vezes, nunca se tenham imaginado nesta situação. Mesmo que ao longo do caminho se cometam erros e passem uma imagem de contradição sobre o limite entre aquilo que é vida pública e daquilo que é invasão de privacidade. Aquilo que é permitido, e aquilo que não é. Não existe um guião, não existe preparação para essas coisas. Não existem duas pessoas iguais. É a vida a acontecer e penso que todos nós, independentemente dos nossos gostos pessoais, enquanto homens e mulheres temos que, acima de tudo, mostrar respeito por quem tem uma vida que talvez, a maioria de nós, não estaria disposta a ter, face a todos os seus contras. Posso não imaginar Meghan como Princesa do Reino Unido, por agora, mas se isso vier ligado à sua felicidade e à felicidade do Harry, mal posso esperar pelo desfecho desta história, porque sabem? Eu também adoro uma grande história de amor. 
The wave of criticism and enthusiasm that followed this interview, in which I also include myself, is scary. I admire any couple who is willing to face all this out of love. Even if, for the most part, they have never imagined themselves in this situation. Even if mistakes are made along the way and pass a contradiction image about the border between what is public life and what is invasion of privacy. What is allowed, and what is not. There is no handbook, there is no preparation for these things. No two people are alike. It is simply life happening and I think that all of us, regardless of our personal opinions, as men and women, we must, above all, show respect for who has a life that perhaps, most of us would not be willing to have, face to all its cons. I can not imagine Meghan as Princess of the United Kingdom for now, but if this is connected to her happiness and Harry's, I can not wait for the end of this story, because you know what? I also love a great love story.

[Vanity Fair]

Comentários

  1. I agree with some of the things you say Lu, BUT i most be the only one who believes that the Palace didn't approved this interview. They don't own her. I think it was a really nice interview. I do wish the best for Harry and Meghan :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hi Luna. Thanks on your comment. I also agree the Palace doesn't own her, and she, as public figure, does not need their permission. But the fact is she is dating a british Prince, and I think the fact she stoped giving interviews or being as active as she was on social media, is also a reflex of some "advice" in a direct or indirect way. That's why I think she had the support of both Harry and the royal palace to take this step this time. But that's only my perception.

      Eliminar
  2. Olá Lurdes. Eu também penso da mesma maneira, não estou a imaginar Megan "presa" à rigidez que um protocolo real necessita, mas é realmente daquelas pessoas que tem tudo para ser duquesa, e que saberá bem o que isso significa e implica. Mas não sei se estará pronta para largar a independência que penso que tem e que a vida real não lhe permitirá.
    Para finalizar acho que fazem um casal maravilhoso.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Ju. Que bom "lê-la" de novo. É verdade , sempre imaginei que mais facilmente Harry optaria por outra vida, continuando o seu trabalho social, mas talvez mais afastado da casa real, do que ser Meghan a "abrir mão" de tudo o que lutou para ter e conseguir. Até porque sejamos sinceros, é isso que acontece regra geral com as mulheres que casam numa familia real. Neste caso Harry não é herdeiro e está cada vez mais abaixo na linha de sucessão. Se optassem por uma decisão deste tipo, eu não me admiraria. Mas obviamente que também gostava de ver Meghan como Duquesa. :)

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares