segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Sophie - um entrevista única como ela / Sophie - an amazing interview as she!

Bom dia! Boa semana! Uma semana que promete ser repleta de acontecimentos grandes no mundo real.
Mas hoje trago-vos, à semelhança do que fiz na sexta-feira, outra cara de quem raramente falo, mas que elegi como uma das figuras do ano da realeza em 2013.
Good morning! Have a nice week! A week that promises to be full of great events in the royal world.
But today I bring you, like I did on Friday, another face who rarely speakabout, but  I have chosen as one of the royal year figures in 2013.

Recentemente a Condessa de Wessex deu uma entrevista exclusiva para a editora real Camilla Tominey, publicada no Sunday Express, .
A peça vale a pena ser lida na integra aqui, e o blog HRH The Countess of Wessex fez um resumo maravilhoso da peça que pode ser lido aqui.
Recently the Countess of Wessex gave an exclusive interview to the royal editor Camilla Tominey. a piece now published on Sunday Express.
The piece is worth be read in full here, and the blog HRH The Countess of Wessex made a wonderful summary that can be read here.


Sophie, de forma muito natural, respondeu a algumas perguntas sobre o seu trabalho, relação com a Rainha, planos de futuro, estilo e até algumas curiosidades mais pessoais, como a prática de exercício físico.
Sophie, in a very natural way, answered some questions about her charity work, her relationship with the Queen, future plans, style and even some more personal curiosities, such as physical exercise.

Quero partilhar convosco algumas citações que me tocaram particularmente.
Camilla terá perguntado a Sophie se a moda era importante para ela. Sophie respondeu: "Eu sei o que gosto e sei o que não gosto, mas nunca tive uma assistente de imagem". No seu trabalho com as instituições que apoia Sophie refere que não pensa em moda. "O importante não sou eu, são as minhas caridades. Mas reconheço que estou exposta." Alguém terá dito a Sophie que essa exposição teria que ser reconhecida como uma parcela daquilo que ela faz: "Quando entras numa sala, as pessoas vão falar daquilo que estás a fazer, mas também daquilo que estás a usar".
I want to share with you some quotes that touched me particularly.
Camilla have asked Sophie if fashion was important to her. Sophie said, "I know what I like and I know what I do not like, but never had a stylist". In her work with the institutions she supports Sophie says that does not think about fashion. "It's still not about me, it's about my chairties but I recognize that I'm on display." Someone has told Sophie that such exposure would have to be recognized as a part of what she does: "When you enter a room, people will talk about what you're doing, but they're also going to want to know what you're wearing".



Sophie referiu que tentou ir contra isso, mas que depressa percebeu que era verdade e cedeu perante esse interesse por parte das pessoas.
Sophie said that she tried to go against it, but quickly realized it was true and gave way before this interest from people.

O seu papel como representante da família real, envolvida em mais de 70 patronatos, esposa, mãe de duas crianças e ainda dona-de casa ocupará de certo muito tempo. As horas do dia chegam?
Her role as a representative of the royal family, involved in more than 70 patronages, wife, mother of two children and still housewife takes a huge amount of time. The day's hours are enough?


"Tento encaixar tudo, mas é o que as mães trabalhadoras fazem!"
"I have try to fit it all around, but it's what working mothers do!"

E o seu trabalho, junto das instituições que acompanha é intenso, segundo nos conta Camilla Tominey: "Quando Sophie se compromete com algo, não deixa nada pelas metades". Inspiram-lhe as causas difíceis e como menos visibilidade: "Muitas destas causas passam por baixo do radar. É difícil reunir fundos para elas. Mas são bem divertidas também. (....) É muito compensador", confidencia a Condessa.
And her work next her charities is quite intense, according to Camilla Tominey. She tells us: "When Sophie commits to a charity, she doesn't do it by halves." She is drawn by the most difficult cases and the less visible ones: "A lot of them do find themselfs under the radar. They're hard to raise money for. But they are good fun as well (....) It is hugely rewarding" , confides the Countess.


Nos seus primeiros tempos como membro da família real mais famosa do mundo, Sophie confessou que demorou tempo a adaptar-se e a encontrar o seu caminho: " Foi como tivesse que começar a remar na minha própria canoa e definir o meu próprio estilo. Não podemos esperar que as pessoas pensem que saibamos imediatamente o que estamos a fazer".
In her early days as member of the world's most famous royal family, Sophie confessed that it took time to adapt and find her own way . "Initially, when I first started to do full-time engagements, I sort had to start paddling my own canoe a bit and carving out my out style. You can't expect people to think you're going to suddenly know what you're doing. It took time."



Após tantos compromissos oficiais e tantas causas apadrinhadas, Sophie confessa que obviamente se adquirem alguns conhecimentos. Poderá dizer-se que é especialista em algum assunto?
After so many official engagements and sponsored many causes, Sophie confesses that obviously people acquire some knowledge. It can be said that she is an expert in any subject?


"Não me considero nenhuma especialista nos campos em que estou envolvida. Eu escuto e aprendo. As outras pessoas são os especialistas, mas se eu conseguir colocar um especialista a falar com outro que pode criar uma solução, então é fantástico".
"I don't claim t be an expert in any one of the fields I am involved in. I listen and learn. Other people are the experts -but if I get one expert talking to another who can create a solution, then that's great." 


Ouvir e aprender. Uma lição que Sophie parece ter aprendido com a sua sogra, a Rainha, que considera uma "excelente ouvinte" com um "grande desejo de estar constantemente a aprender mais, o que é fantástico para alguém com 89 anos com tudo o que ela já viu e fez na sua vida".
Listen and learn. A lesson that Sophie seems to have learned from her mother-in law, the Queen, who she considers a "great listener" with a "great desire to learn all the time, which is amazing for someone with 89 years with all she's seen and done in her life".



Segundo Camilla, apesar de ser um dos membros seniores da família real mais activos, e uma das mais próximas confidentes da Rainha, Sophie, Condessa de Wessex revelou-se nesta entrevista o membro mais acessível da família Windsor que a jornalista já conheceu.
According to Camilla, despite being one of the most senior members of the royal family , and one of the closest confidants of the Queen,  Sophie, Countess of Wessex proved in this interview to be the most approachable Windsor the journalist ever meet.


Nada surpreendida. De todo!
Not surprised. At all!

1 comentário: