terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Novidades do Mónaco / News from Monaco

Nestes dias últimos dias o Príncipe Albert e a Princesa Charlene do Mónaco têm comparecido a alguns actos oficias religiosos do Principado. Mas não só.
These days days past Prince Albert and Princess Charlene of Monaco have attended some religious official acts of the Principality. But not only.


Após a 38ª Edição do Circo Internacional de Monte Carlo onde Charlene apenas compareceu em dois dias (ver aqui e aqui), a esposa do soberano monegasco surpreendeu neste último sábado ao assinar cópias do livro «KwaZulu Natal: Terra dos Sonhos» da autoria da jornalista sul-africana Tanya Waterworth e do jornalista francês Annick Thébia. Charlene escreveu o prefácio do livro de fotografias que foi encomendado para mostrar às pessoas a terra natal da Princesa do Mónaco. Uma jogada um tanto ao quanto narcisista na minha opinião.
After the 38th edition of the International Circus of Monte Carlo where Charlene appeared only in the first and last day (see here and here), the wife of the Monegasque sovereign surprised last Saturday to sign copies of the book «KwaZulu Natal: Land of Dreams» authored by the South African journalist Tanya Waterworth and the French journalist Annick Thébia. Charlene wrote the foreword to the photographs book  that was ordered to show people the birthplace of the Princess of Monaco. A somehow very narcissistic play, in my opinion.



No Domingo seguinte o casal juntamente com membros da comunidade religiosa do Mónaco e vários cidadãos celebraram as Festas Religiosas de Sainte-Dévote. Sainte-Dévote é o santo padroeiro do Mónaco bem como da ilha da Córsega. As festas decorreram de noite com uma cerimónia de tochas onde um pequeno barco foi colocado em frente de uma pequena igreja e ateado com fogo como manda a tradição.
The following Sunday the couple along with members of Monaco's religious community and several citizens celebrated the religious Feasts of  Sainte-Devote. Sainte-Devote is the patron saint of Monaco and of the island of Corsica. The festivities took place at night with a torchlight ceremony where a small boat was placed in front of a small church and kindled with fire as tradition dictates.



No dia seguinte, as celebrações religiosas continuaram com uma Missa na Catedral do Mónaco e uma aparição ao Balcão do Palácio Real.
The next day, the religious celebrations continued with a Mass at the Cathedral of Monaco, and an appearance at the balcony of the Royal Palace .


Albert II e Charlene constituem um grupo muito pequeno nestas pequenas celebrações. Chega a ser um pouco triste. Este casal precisa de filhos, o mais depressa possível.
Charlene completou 35 anos no passado dia 25 de Janeiro.
Albert II and Charlene make a very small group in these celebrations. Gets to be a little sad. This couple needs childres as soon as possible.
Charlene celebrated her 35th birthday on 25th January.



---
palais.mc


6 comentários:

  1. A única coisa que gosto nela é o corte de cabelo. Tudo o resto parece demasiado trabalhado. E pior...mal trabalhado visto que se nota perfeitamente que algo de errado se passa. Terão eles problemas de fertilidade?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelo seu comentário. Pessoalmente nem o corte de cabelo escapa para mim. Quanto à relação deles, eu não vivo no Palácio e por isso não sei. Nitidamente Charlene ainda não está confortável no seu papel, e se por isso se entende também no papel de esposa, isso não sei. Quanto ao bebé, falou-se em tempos que Charlene teria sofrido um aborto- noticia não confirmada pelo Palácio. Vamos esperar que esteja para breve um nascimento nos Grimaldi.

      Eliminar
  2. Bem, acho que Charlene tem estilo e forma de viver diferentes das outras princesas, não parece ser deslumbrada com as joias que tem a disposição, faz seu trabalho dentro de um pais que não se exige muito(pequeno e riquíssimo) por sinal, gosto do estilo minimilista dela e que se torna igual as outras ou seja erra e acerta , meu pensamento é este , não é defende-la pois como foi colocado não vivemos nos palácios, apenas acabamos criando simpatias por uma ou outra pela forma como agem em público.
    Camila

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também penso que de certa forma ela é diferente. Mas neste caso ainda não percebi se isso é bom ou mau. O Mónaco sempre foi um pouco de paisagem para mim no mundo da realeza, mas a Camila expressou-se bem: "um país que não se exige muito". Acho que isso também a coloca num patamar um pouco diferente. Obrigada pelo seu comentário.

      Eliminar
  3. Se eu fosse cidadã de Mônaco, estaria preocupadíssima com a falta de filhos do soberano, uma vez que a herdeira do trono é Caroline (que é ótimo), mas em caso de morte dela, entra o tal de Andrea que arrumou uma multimilionária como esposa, os quais não parecem nenhum pouco preocupados em servir o paìs, pois nem se casará na terra onde ele pode herdar o trono,. Imagina se o William e Kate decidissem se casar na Suiça?! Espero que Andrea vá curtir o o bohemian style of life com a sua milionária e deixe o trono livre para Pierre e Beatrice Borromeo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ahahaha. Ri muito com o seu comentário. Obrigada. Caroline é ainda Princesa de Hanover para todos os efeitos, por isso é pouco provável que ela seja sucessora do Irmão. Quanto a Andrea e Tatiana, apesar de eu sentir o mesmo que você, acho que, e atendendo ao que aconteceu no casamento, é bem provável que Andrea esteja a ser preparado como sucessor ao trono e Tatiana tenha sido aceite como futura Princesa Consorte do Mónaco. Foi o que conclui deste casamento.

      Eliminar