quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

Esplendor Real #19 / Royal Splendor #19

Hoje na nossa rubrica semanal sobre jóias, falamos sobre um impressionante conjunto da Casa Imperial da Áustria que atravessou continentes, foi vendido, perdido, achado e que de momento está novamente em parte incerta. (S.P., este post é para si).
Today in our weekly caption on jewelry, we talk about an impressive set of the Imperial House of Austria who crossed continents, was sold, lost, and found again and that is currently at large again (S. P., this post is for you).



Archduchess Isabella Peridot Parure




Este parure feito com enormes peridotos e diamantes é composto por uma tiara, um par de brincos, um colar e um devant-de-corságe (ou um enorme broche). Muitas vezes os peridotos são confundidos com esmeraldas, mas hoje sabe-se que são diferentes gemas. Se querem sinceridade, foi a primeira vez que ouvi falar de tal pedra. As coisas que eu aprendo a escrever aqui...
This parure made with huge peridot and diamond consists of a tiara, a pair of earrings, a necklace and a devant-de-corsage (or a huge brooch). Peridots are often mistaken for emeralds, but today it is known that they are different gems. If you want honesty, it was the first time I heard of such a stone. The things I learn by writing here ...

Este conjunto foi feito por volta de 1820 pelo joalheiro da Casa Imperial Habsburg, Köchert, para a Arquiduquesa Henriette, esposa do Arquiduque Karl da Toscânia. O parure acabou para passar para o neto e herdeiro de Karl, o Arquiduque Friedrich que o ofereceu à sua esposa, a Arquiduquesa Isabella (nascida Princesa Isabella de Cröy).
This set was made around 1820 by the Imperial Habsburg jeweler,  Köchert,  to the Archduchess Henriette, wife of Archduke Karl of Tuscany. The parure then went to their grandson and heir the Archduke Friedrich who offered it to his wife, the Archduchess Isabella (born Princess Isabella of Croy).
Arquiduquesa Henriette/ Archduchess Henriette


Arquiduquesa Isabella usando o parure de peridotos na Coroação do Imperador Karl I da Áustria e Rei da Hungria/ Archduchess Isabella wearing the peridot parure for a portrait taken during the coronation of Emperor Karl I of Austria as King of Hungary.
Estes peridotos do conjunto são excepcionalmente de grande qualidade e tamanho e apresentam um tom lindíssimo de verde. A Tiara tem cinco enormes gemas, cada uma rodeada por uma moldura com arabescos de diamantes. Uma segunda tiara pode ser obtida com a adição de peridotos em forma de pêra que são destacáveis do colar.
These peridots are particularly huge and from great quality and feature a beautiful shade of green. The Tiara has five huge gems, each one surrounded by a diamond scroll frame. A second tiara can be obtained with the addition of the pear shaped peridots detachable from the necklace.


Após a morte da Arquiduquesa em 1931, e do Arquiduque em 1936, o conjunto foi a leilão e comprado pelo Conde Johannes Coudenhove-Kalergi, um aristocrata húngaro que foi para os Estados Unidos após a Segunda Guerra Mundial. Após a morte do conde, a sua filha Condessa Marina Coudenhove-Kalergi herdou a joias, mas nunca as terá usado, e o conjunto ficou guardado num cofre num banco californiano por 50 anos. Após a sua morte em 2000, os administradores da sua fortuna ficaram estupefactos ao descobrirem o fantástico e histórico conjunto. Após avaliação chegou-se à conclusão que se tratavam da jóias da Arquiduquesa Isabella.
After the death of the Archduchess in 1931, and of the Archduke in 1936, the set was auctioned and bought by Count Johannes Coudenhove-Kalergi, a Hungarian aristocrat who came to the United States after World War II. After the death of the Earl, his daughter Countess Marina Coudenhove-Kalergi inherited the jewelry, but never wore it, in fact the set was stored in a vault in a California bank for 50 years. After her death in 2000, the directors of her fortune were astounded to discover the fantastic and historical set on the bank. After assessment came to the conclusion that they were the jewels of Archduchess Isabella.


As jóias foram leiloadas em 2001 pela Sotheby’s e vendidas por cerca de $400,000 a Fred Leighton, uma firma de joalharia que empresta frequentemente peças a celebridades. Em 2004 os brincos e colar foram emprestados a Joan Rivers, na cerimónia dos Globos de Ouro.
Sabe-se que em 2012 os brincos e o broche foram leiloados novamente pela Christie’s para caridade, desconhecendo-se de momento a localização da tiara e do colar.

The jewels were auctioned by Sotheby's in 2001 and sold for about $ 400,000 to Fred Leighton, a firm of jewelery that often lends pieces to celebrities. In 2004 the earrings and necklace were loaned to Joan Rivers, at the Golden Globes ceremony. 
It is known that in 2012 the earrings and brooch were again auctioned by Christie's for charity, and the location of the tiara and necklace is currently unaware.



Fico triste com histórias destas….Tanta História perdida e escondida ( já para não falar no facto de ser usada por personalidades de Hollywood).
I am saddened by these stories .... So much lost and hidden History (not to mention the fact the use by Hollywood personalities).



----
Todas as minhas publicações sobre jóias reais devem muita informação a páginas como Royal Jewels Fan Club (Facebook) e ao supermaster blog The Royal Order of Sartorial Splendor. Sem eles, eu seria uma pessoa muito menos culta.
All my publications on royal jewelry took much information to pages such Royal Jewels Fan Club (Facebook) and the  Supermaster blog The Royal Order of Sartorial Splendor. Without them, I would be a lot less educated person

3 comentários:

  1. Realmente é muito triste uma joia dessas estar escondida de todos e ainda ser usada por artistas de Hollywood, que eu acho que não sabem muito bem dar glamour à esta joia. Bem que a Família Real Dinamarquesa poderia ter adquirido está joia, ficaria linda na Mary.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelo seu comentário. De facto é uma pena. Acho o colar muito grande, mas sim é definitivamente uma jóia que veria da casa real dinamarquesa.

      Eliminar
  2. Interessante o uso do peridoto no século XIX e para este tipo de conjunto.Achei que tinha começado a ser usado só mais recentemente em joalheria. Belíssimo!

    ResponderEliminar