segunda-feira, 11 de março de 2013

Falecimento da Princesa Lilian da Suécia

Num ano cheio de acontecimentos memoráveis para a Casa real Sueca, os Bernadotte enfrentam a perda de um dos seus membros.
A princesa Lilian, Duquesa de Halland faleceu aos 97 anos em sua casa em Estocolmo.

Lilian foi casada com o Príncipe Bertil, Duque de Halland, tio do actual rei da Suécia, protagonizando uma história de amor escandalosa para o seu tempo.

Princesa Lilian. Foto: Janerik Henriksson / Scanpix

Nascida em Swansea, no País de Gales, filha de William John Davies e de Gladys Mary Curran, Lilian tornou-se uma modelo, aparecendo com frequência em revistas, como a Vogue. Os seus pais separaram-se nos anos 20. Entre a separação e o divórcio, Lilian viveu com a sua mãe e com o padrasto.
De 1940 a 1945, Lilian foi casada com o actor britânico Ivan Craig. Durante os anos da Segunda Guerra Mundial, trabalhou numa fábrica que fazia rádios para a Marinha Real Britânica e também foi voluntária num Hospital no tratamento de soldados feridos.
Em 1943 dá-se a grande viragem na vida de Lilian, quando conheceu o Príncipe Bertil da Suécia em Londres, numa festa por ocasião do se 28º aniversário. Ao que tudo indica, pouco tempo depois os dois iniciaram uma relação amorosa, embora Lilian ainda estivesse casada com o seu primeiro marido, que combatia na guerra e voltaria também apaixonado por outra mulher. Os dois acabaram por se divorciar de forma amigável.
Bertil , no entanto teria a seu cargo a regência do Reino, porque o seu irmão mais velho e herdeiro morreria em 1947, deixando o seu filho, o futuro rei Carl Gustaf XVI com menos de um ano de idade. Devido a esta situação a oficialização da relação com Lilian foi adiada, pois um casamento com uma mulher divorciada e plebeia colocaria-o fora da linha de sucessão ao trono. No entanto os dois viveram discretamente juntos durante 30 anos.
Bertil não chegou a ser regente, pois o seu pai, o Rei, viveu tempo suficiente para ver o neto atingir a maioridade. Em 1973, o actual Rei da Suécia contorna as leis, casando-se ele próprio com uma plebeia, Sílvia, a actual Rainha da Suécia.  Após este passo histórico o rei aprovou por fim o matrimónio do tio com Lilian. Esta tornou-se a 7 de Dezembro de 1976 esposa de Bertil e Princesa da Suécia, numa cerimónia matrimonial que teve lugar na Igreja do Palácio de Drottningholm, na presença dos Reis.
Bertil viria a falecer a 5 de Janeiro de 1997, no entanto Lilian continuou a representar a família real em eventos oficiais e outras ocasiões. Era patrona de várias organizações membro honorário de muitos clubes e sociedades que pertenciam à área de interesse do Príncipe Bertil.
 A 3 de Junho de 2010 foi anunciado que a Princesa sofria de Alzheimer o que a deixou inapta para aparecer em público, além da sua capacidade motora já estar debilitada por quedas sofridas em 2008 e 2009, numa das quais fracturou uma anca.
A 10 de Março de 2013, a Casa Real Sueca anunciou o falecimento, daquele que era o mais velho membro vivo da Família Real e das várias monarquias europeias.

Uma linda história de amor que valeu a pena conhecer...


Lilian & Bertil

Que descanse em paz!


3 comentários:

  1. Respostas
    1. voce tambem gosta da princesa lilian

      Eliminar
  2. muito triste a sua morte descanse em paz la no ceu e voce morreu no dia do aniversario da minha colega bjs

    ResponderEliminar