Casamento Real no Luxemburgo - Parte 2

Por onde começar?
Já prestei homenagem à mais recente Princesa herdeira Europeia. Hoje tempo de analisar à T&T, o look dos convidados mais conhecidos (principalmente das convidadas) deste casamento real.
É caso para dizer que entre o Jantar de Gala oferecido no dia 19 e o Casamento religioso de dia 20, Elie Saab, foi Rei e Senhor no meio de tantas cabeças coroadas.

Vamos dar uma certa ordem a esta análise, sim? Começando pelas meninas da casa.

Luxemburgo
Grã-Duquesa Maria Teresa

Como mãe do noivo,e anfitriã da festa, M-T escolheu tons dourados para a cerimónia de casamento civil e para o jantar de gala que se seguiu. Ambos Elie Saab, que tem sido uma escolha bastante popular junto da Grã-Duquesa do Luxemburgo. Adoro vê-la nestes tons. Realçam os seus traços latinos e o trabalho de bordado é magnifico. Durante o jantar, Maria Teresa usou ainda a "Pearl and Diamond Choker Tiara".  Na cerimónia religiosa, M-T optou pela marca belga Natan, muito popular neste casamento, mas não pelos melhores motivos. A cor é forte e alegre, mas o corte não favorece M-T, além de que não entendo porquê  ela insiste em carregar uma encharpe quanto já tem os ombros perfeitamente cobertos. Alguém consegue ver alguma utilidade? O mesmo acontece na primeira figura...

Grã-Duquesa Maria Teresa do Luxemburgo
Da esquerda para a direita: Cerimónia de casamento civil, Jantar de Gala e Cerimónia de casamento religioso, acompanhada pelo Príncipe Guillaume do Luxemburgo

Princesa Alexandra

A única filha dos soberanos do Luxemburgo optou por um modelo Dior para o casamento civil. Esta Princesa da qual ouvimos falar muito pouco, não é, por vezes, muito feliz na hora de vestir, muito porque a sua escolha recai frequentemente em grandes volumes que não a favorecem, de todo. O conjunto vestido com saia em balão e um pequeno bolero, é giro e muito chique, mas dá a Alexandra o dobro de tamanho das ancas. No jantar de gala, apenas foi divulgada uma fotografia que deixa antever um vestido castanho, de apenas um ombro, com pormenor floral. A princesa escolheu uma das duas tiaras florais do Luxemburgo para esta ocasião. No dia do casamento religioso, Alexandra não teve grande opção. Dama-de-honor da noiva, usou um vestido longo Elie Saab, em cor pêssego com decote em V nas costas, semelhante ao vestido da noiva e motivos florais no cabelo. Estava bonita e a sua alegria era notória.

Princesa Alexandra do Luxemburgo
Á esquerda no casamento civil, à direita em cima no Jantar de Gala, e à direita em baixo no casamento religioso.

Princesa Tessy

A primeira das noras dos soberanos do Luxemburgo, esposa do Príncipe Louis, e mãe de dois rapazes, escolheu um modelo de Ralph Lauren para o casamento civil. O conjunto de saia e top rendado, até poderia ser salvo se não fosse o uso daquele cinto e um blazer, completamente descontextualizado do resto do conjunto.
No jantar de gala, vemos Tessy com um vestido vermelho sem alças, do qual não temos grandes pormenores e com a tiara favorita da sogra, a "Grand Duchess Marie-Adélaïde's Tiara", não sendo é possível ver qual a pedra central escolhida. Na cerimónia religiosa, eu até gostei de ver a Princesa. Achei que apesar do vestido Natan não ter uma forma distinta (especula-se se a Princesa não estará à espera do seu terceiro filho), a cor e tecido eram bonitos, e o folho na manga fazia a graça. O chapéu talvez fosse um pouco grande de mais, mas na generalidade achei que Tessy estava bastante elegante.

Princesa Tessy do Luxemburgo
Da esquerda para a direita: Casamento civil, Jantar de Gala, Casamento religioso acompanhada pelo Príncipe Louis do Luxemburgo

Bélgica
Rei Albert e Rainha Paola

Os soberanos Bélgica marcaram presença neste casamento real. Além das excelentes relações entre os dois estados, a noiva era uma Condessa Belga, e o Rei da Bélgica irmão da falecida Grã-duquesa Josephine Charlotte do Luxemburgo. Não foi por isso de estranhar que os belgas fossem tão acarinhados neste evento. A rainha usou no jantar de gala um vestido azul escuro com bolinhas brancas e pormenores em tule, já anteriormente usado no evento pré-casamento de Willem-Alexander e Máxima da Holanda, 10 anos antes (!). Como tiara a escolha recaiu sobre Elizabeth’s Art Deco bandeau, umas das tiaras favoritas de Paola, desde jovem Princesa. No casamento religioso, a escolha pelos tons cinza foi uma constante, e Paola não fugiu à regra. Albert, tio do soberano do Luxemburgo apresentou-se usando as insígnias da Ordem do Leão Dourado da Casa de Nassau.

Rei Albert e Rainha Paola da Bélgica

Príncipe Philippe e Princesa Mathilde

Mathilde também ela uma nobre belga de nascença, quando casou com o Príncipe da Coroa, Philippe em 1999, deslumbrou no Jantar de Gala num esvoaçante vestido azul real que deixou o meio Luxemburgo deslumbrado (bem, meio Luxemburgo não sei. Eu fiquei!). A princesa usou a sua habitual Laureal Wreath Tiara e um lindo colar de diamantes. No casamento religioso, a escolha recaiu sobre Natan, criador de eleição de Mathilde. A cor é bonita, o chapéu é amoroso, o broche é o toque final de brilho, mas a forma (ou falta dela) deste modelo é a morte do artista. Philippe em uniforme militar usa as insígnias da Ordem do Leão Dourado da Casa de Nassau.

Príncipe Philippe e Princesa Mathilde da Bélgica

Princesa Astrid e Príncipe Lorenz, Arquiduque da Austria-Este

Mais uma princesa a escolher Elie Saab, para o jantar de gala. Astrid, escolheu um modelo verde esmeralda belíssimo, que acentuava a sua esguia figura e combinava na perfeição com o seu cabelo louro. A princesa belga usou ainda a Savoy Aosta Tiara . Na cerimónia religiosa, Astrid  usou um conjunto Dior. Muitas dúvidas quanto ao chapéu. As primeiras duas palavras que me ocorrem são: OVNI e Abajur. Serei apenas eu? Lorenz, durante o jantar, com as insígnias da Ordem de Adolphe de Nassau e a prestar homenagem ás cores do Luxemburgo na sua gravata de fraque na cerimónia religiosa.

Príncipes Astrid e Lorenz da Bélgica

Príncipe Laurent e Princesa Claire

Presenças também assíduas em casamentos reais, Laurent e Claire completaram a representação massiva da Casa Real Belga neste evento (sim ainda só falámos da Bélgica). No jantar de gala, parece que ficou provado que a tiara usada por Claire, em já três ocasiões, trata-se de um aquisição pessoal da princesa, e não de um empréstimo. Como ainda não foi divulgado o nome, a tiara de pérolas e diamantes será apenas chamada de Tiara da Princesa Claire. No jantar de gala, a Princesa usou um vestido estilo vintage em tons pistácio (será??), numa cor e reflexos que me faz lembrar o papel dos chocolates de Natal, juntamente com umas sandálias de tiras douradas. No casamento religioso, a princesa optou por um conjunto vestido-casaco em cor vinho, que na minha opinião criava um efeito barriga falsa. Laurent de uniforme militar usou as insígnias da Ordem de Adolphe de Nassau.


Príncipe Laurent e Princesa Claire da Bélgica


Dinamarca
Estou extremamente chateada com estes meninos. E olhem que vindo de mim, não é dizer pouco. Então não é que enquanto todas as pessoas entraram no jantar de gala pela porta da frente, como pessoas normais, para poderem ser fotografados, para outras pessoas um pouco menos normais, como eu, poderem publicar e comentar as fotografias dos modelos usados, os representados da Dinamarca (e também da Suécia, os maganos), entraram pela porta lateral. Resultado: foi o desespero para encontrar fotografias (eu cheguei a duvidar que eles estivessem no jantar...).
Aqui fica o que se conseguiu arranjar.


Rainha Margrethe II e Príncipe Henrik

No jantar de gala, podemos ver o Príncipe Henrik a entrar com a Rainha Sílvia da Suécia. E se olharmos com uma visão de lince, conseguimos ver a nossa querida Daisy ao fundo, em terceiro plano. E pronto é isto...
Príncipe Henrik da Dinamarca com a Rainha Sílvia da Suécia.
Rainha Margrethe ao fuuuuundo

No casamento religioso, toda a gente entrou pela porta da frente, e conseguimos apanhá-los. Margrethe escolheu um elegante conjunto roxo, já anteriormente usado, nas poucas excepções do dia  às cores cinza e nude. E muito obrigada Margrethe por isso. Quanto a Henrik, bem....fez-me lembrar um desenho animado. Mas usou a Ordem do Leão Dourado da Casa de Nassau. Nada mais a dizer.

Rainha Margrethe II e Príncipe Henrik da Dinamarca

Príncipe Frederik e Princesa Mary

Tanta expectativa ..Enfim...No jantar de gala, apenas conseguimos apanhar uma fotografia de Mary sentada. A Princesa parece estar a usar um modelo vermelho de Jesper Hovring. Usou ainda o conjunto de Rubis da Rainha Ingrid, com a sua mais conhecida tiara. Interessante, é a forma como a Princesa volta a brincar com este conjunto. Depois das modificações feitas na tiara, e depois de já termos visto várias versões dos brincos do conjunto, desta vez Mary usou uma versão reduzida do colar.
No casamento religioso, Mary foi para mim das melhores, juntamente com Letizia de Espanha. A cor e forma do fato são divinais e acentuam a boa forma e classe de Mary. O chapéu, também ele uma peça reciclada é simples e elegante. O penteado conjugou na perfeição com este acessório. E Mary inovou também aqui o seu conjunto de rubis, com a adição de uma pérola negra à base do brinco. Frederik exemplar no seu uniforme usando a Ordem de Adolphe de Nassau.


Príncipe Frederk e Princesa Mary da Dinamarca

Espanha
Príncipe Felipe e Princesa Letizia

Apenas presentes no segundo dia das celebrações, é interessante ver as escolhas de Letizia em casamentos reais. Como analisei em post anterior, Letizia tem preferido os tons suaves nas últimas aparições em bodas.
Este casamento não foi excepção e Letizia deslumbrou num modelo Felipe Varela. Com um vestido em sede crepe em tons de cinza, e um requintado casaco com motivos florais rosa pálido, bordado a cristais a Princesa foi para mim a mais elegante entre as convidadas reais. Feminina e deslumbrante! Na segunda ocasião em que a vemos de chapéu, Leti acertou em cheio num belíssimo chapéu de assinatura Pablo y Mayaya, com alguns motivos florais em seda organza. Quanto ao Príncipe das Astúrias, bem palavras para quê??? Guapissimo!!!

Príncipe Felipe e Princesa Letizia de Espanha

Grécia
Rei Constantino e Rainha Anne-Marie

Presenças também habituais em casamentos reais, os depostos Reis da Grécia, fizeram-se acompanhar pelo filho mais velho e pela nora, neste casamento real. A irmã mais nova da Rainha da Dinamarca, usou no Jantar de Gala um belo vestido roxo com um cinto e a sua popular "Khedive of Egypt Tiara". Na cerimónia religiosa, a Rainha foi mais uma das muitas que optaram pelos tons cinza azulados. O antigo Rei dos helenos usou as insígnias da  Ordem do Leão Dourado da Casa de Nassau.

Rei Constantino e Rainha Anne-Marie da Grécia
Da esquerda para a direita: Jantar de Gala e Casamento religioso
Príncipe Pavlos e Princesa Marie-Chantal

Confesso que não morro de amores por esta Princesa. Mas é sempre uma das mais elegantes presenças em casamentos reais. No jantar de gala usou um modelo dourado com cinto da colecção Couture Elie Saab juntamente com a sua Miller Fringe Tiara, presente do seu pai por ocasião do nascimento da primeira neta, a Princesa Maria-Olympia. Foi para mim, a mais bela da noite, juntamente coma a noiva.
Na cerimónia religiosa, borrou a pintura, com um vestido em que começando pela cor, acabando na forma, e passando pelos acessórios, não a favorecia de todo.  


Príncipe Pavlos e Princesa Marie-Chantal da Grécia
Da esquerda para a direita: Jantar de Gala e Casamento religioso

Holanda
Rainha Beatrix

Presença sempre simpática em casamentos reais (e não só), a Tia Bia, sempre fiel ao seu estilo excêntrico, lá distribuiu sorrisos pelo Luxemburgo. Do jantar de gala, não temos fotos. Resta-nos ver a Rainha da Holanda na cerimónia religiosa. E que catita que ela estava em tom lilás.
Rainha Beatrix da Holanda

Príncipe Willem-Alexander e Princesa Máxima

Um dos casais sensação deste casamento, muito por culpa da exuberância "maximana" da futura Rainha da Holanda. No Jantar de Gala, Máxima faria o trânsito parar, se os carros não tivessem já todos parados com o modelo Jan Taminiau em tons vermelhos e prateados, com um original (mas nada a meu gosto) acessório para proteger do frio...Sim, estou mesmo a falar daquela estola pom-pom...Para completar o look de arrasar, Máxima escolheu a Mellerio Ruby Tiara. Na cerimónia religiosa, as opiniões divergem. Ou se ama ou se odeia. Pessoalmente, eu acho que apenas Máxima poderá vestir Natan, sem que se leve muito a mal as suas escolhas. É o caso. Já Willem-Alexander, surpreendeu com as insígnias que resolveu usar. Ao contrário de vários príncipes herdeiros e soberanos que optaram (como manda a etiqueta) usar a mais alta condecoração luxemburguesa que possuem, o príncipe da coroa holandesa optou por usar a Ordem da Coroa da Carvalho, uma ordem menor do Luxemburgo. Curiosidade: esta Ordem foi criada por Willem II, que foi simultaneamente Rei da Holanda e Grão-Duque do Luxemburgo. Talvez por isso o tributo às relações estreitas entre os dois países.
Príncipe Willem Alexander e Princesa Máxima
Da esquerda para a direita: Jantar de gala e Casamento religioso

Itália
Emanuele Filiberto e Clotilde Courau, Príncipes de Veneza e Piemonte

Os herdeiros aparentes ao trono italiano, raramente marcam presença em acontecimentos reais. Por isso foi com grande alegria que os vi no Luxemburgo. Com ainda maior alegria vi que Clotilde, actriz francesa, até usou uns modelos bastante elegantes e recatados. Também ela escolheu Elie Saab para os dois dias.
No Jantar de gala, usou um longo modelo florido, bastante bonito e elegante, com um generoso decote nas costas. Faltou a tiara, pelo menos a sério, porque a princesa usou uma espécie de fita com brilhantes, que desconheço tratar-se ou não de uma jóia. No casamento religioso, usou um simples vestido em tom cinza claro, do que até gostei bastante, combinado com um discreto acessório no cabelo em tom mais escuro. Para ser perfeito, só tinha faltado um melhor soutien, certo Clotilde??

Príncipe Emanuele Filiberto e Princesa Clotilde
Da esquerda para a direita: Jantar de gala e Casamento religioso

Marrocos
Princesa Lalla Salma

A esposa consorte do Soberano de Marrocos é uma presença também ela, frequente em casamentos reias. Em Marrocos a esposa do rei, não ostenta o título de Rainha, mas a sua presença equivale a uma em eventos deste tipo.
É sempre um gosto ver as Princesas marroquinas com os seus trajes tradicionais. Se no Jantar de Gala, a Princesa prendeu os seus longos cabelos ruivos, usou maquilhagem mais carregada num elegante modelo preto, bordado com motivos dourados, no casamento religioso, os seus cabelos foram soltos, e o que saltou à vista foi o azul profundo do seu vestido e das suas safiras. Exótico, diferente, sublime! 

Princesa Lalla Salma de Marrocos
Da esquerda para a direita: Jantar de gala e Casamento religioso

Mónaco
Princesa Caroline de Hannover

Talvez na categoria errada. Não sei se Caroline estava em representação do Mónaco ( o irmão Albert e a cunhada Charlene encontravam-se em visita oficial á Polónia), ou se estava lá em representação da Casa de Hannover, da qual ainda é primeira-dama.
Dúvidas de parte, foi o regresso de Caroline aos casamentos reais europeus.
Nas duas ocasiões escolheu Chanel. No jantar de gala, usou um vestido em tons pretos e prata, com decote generoso nas costas, o qual eu odiei. Para piorar usou duas tiaras. Na cabeça a Cartier Pearl Drop Tiara, e ao pescoço Charlotte's Fringe Tiara. Não sei porquê ela insiste em usar as duas. Pessoalmente ambas estão entre as minhas favoritas, mas não ao mesmo tempo. Ambas as jóias pertencem à Casa Grimaldi e não à Casa de Hannover. No casamento religioso, as cores douradas foram a escolha, num modelo adornado a pedrarias e com um singelo chapéu. Chique de doer!!
Princesa Caroline de Hannover
Da esquerda para a direita: Jantar de gala e Casamento religioso

Noruega
Rei Harald e Rainha Sonja

Para não haver dúvidas em relação à nobre linhagem dos convidados, Sonja decidiu usar no Jantar de gala, um típico vestido à Rainha Sonja: com muito volume. Simples, sem bordados, o vestido azul com acessórios brancos fez de Sonja, a Rainha das Neves. Para completar, usou umas das minhas tiaras favoritas da Noruega: Queen Maud's Pearl and Diamond Tiara. No casamento religioso Sonja vestiu-se de cinza da cabeça aos pés...Literalmente. Harald como quase todos os soberanos apresentou-se em uniforme militar com as insígnias da Ordem do Leão Dourado da Casa de Nassau.

Rei Harald e Rainha Sonja da Noruega
Da esquerda para a direita: Jantar de gala e Casamento religioso

Príncipe Haakon e Princesa Mette-Marit

É sempre uma surpresa tentar descobrir o que a futura Rainha dos Noruegueses vai usar em ocasiões oficiais. Esta não foi excepção.
M-M em Emilio Pucci no jantar de gala, deslumbrou num vestido vermelho adornado a lantejoulas que conjugou na perfeição com a cor do seu cabelo (e atrevido penteado) e com a simplicidade da sua Diamond Daisy Tiara. Já no casamento religioso, M-M provou mais uma vez que usar Valentino, não é sinónimo de bem-vestir. O vestido-casaco azul escuro com aplicações em renda, era abominável entre o conservador e o completamente descabido. Se tivesse usado chapéu, provavelmente ainda teria ficado um look mais pesado, assim, com aquela trança enfeitada com um fita, ficou apenas estranho e sem-sentido. Haakon....bem é sempre um gosto ver Haakon... ;). O príncipe da Coroa norueguesa usou a Ordem de Adolphe de Nassau.

Príncipe Haakon e Princesa Mette-Marit
Da esquerda para a direita: Jantar de gala e Casamento religioso
Princesa Martha Louise

Já há muito que não viamos a única filha dos reis da Noruega num casamento real. E foi muito bom revê-la
No jantar de gala, Martha Louise brilhou (literalmente) num vestido cinza. Too much disco, para o meu gosto, mas não esteve mal de todo. Usou a única tiara pessoal que possui, oferta do Rei Olav.
Na cerimónia religiosa, a princesa também optou pelos tons cinza num vestido estilo anos 60, que muito a favoreceu com um vistoso chapéu. A princesa usou ainda o broche em forma de "A" que usou no dia do seu casamento (o marido da princesa é o dramaturgo Ari-Behn.
Princesa Martha Louise
Da esquerda para a direita: Jantar de gala e Casamento religioso, acompanhada pelo Príncipe Carl-Philip da Suécia


Reino Unido
Edward e Sophie, Condes de Wessex

Habituais representantes da Rainha Elizabeth II, o filho mais novo da soberana e a sua esposa Sophie, também estiveram no Luxemburgo.
A condessa no jantar de gala usou uma bonita criação de Bruce Oldfield e SURPRESA uma nova tiara. Nova, pelos menos na cabeça de Sophie. A Rainha emprestou o que parece ser uma nova versão da Brazilian Aquamarine Tiara, que a própria Elizabeth II terá usado pela última vez no Canadá em 1970. Mais uma vitória para Sophie, já que não é fácil a tia Belinha abrir o seu cofre de jóias à larga!!
Na cerimónia religiosa, a condessa usou um vestido original de autoria de Emilia Wickstead, que fugiu um pouco à regra das cores e formas, usadas pelas convidadas. Gostei! Edward, na ausência de Ordens Luxemburguesas, apresentou-se em uniforme militar com a Ordem da Jarreteira. 

Edward e Sophie de Wessex
Da esquerda para a direita: Jantar de gala e Casamento religioso
Suécia
Rainha Sílvia

Também sem entradas pela porta da frente, a Rainha Sílvia foi fotografada no Jantar de gala, na companhia do Príncipe Henrik da Dinamarca, como anteriormente mostrado e a entrar pela porta lateral. Também ela usou um vestido de baile com a sua Nine Prong Tiara. Na cerimónia religiosa, Sílvia foi um rasgo de cor, num conjunto saia e casaco fuscia.
Rainha Sílvia da Suécia no Jantar de Gala

Rainha Sílva da Suécia no casamento religioso

Princesa Vitória e Príncipe Daniel

Veio da futura Rainha da Suécia outra grande surpresa da noite. Vitória que já usou tantas tiaras belíssimas da vasta colecção Bernadotte, estreou uma peça que desconhecemos até ao momento. Um grande mistério, por agora. A Princesa também optou por Elie Sabb, num vestido já usado anteriormente.
Na cerimónia religiosa...bem...Vicky, querida, o que te passou pela cabeça?? Usou um casaco já usado anteriormente Fadi El KhouriUma combinação que tem tanto de aborrecido, como de desastroso. Daniel, de fraque, usou as insígnias da Ordem sueca do Sarafim.

Princesa Vitória e Príncipe Daniel
Da esquerda para a direita: Jantar de gala e Casamento religioso


O post já vai longo, mas penso que ficaram com uma ideia de como foram as modas pelo Luxemburgo  em dia (ou dias) de casamento real.

E para vocês? Qual das convidadas brilhou mais?

Comentários

  1. CP Mary was the best dressed, but i also liked Princess Märtha Louise, Princess Letizia and Sophie too. CP Mette Marit, dissappoited a bit. The red dress was fantastic, but here hair were was awful.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares