Os Jogos Olímpicos e a Realeza - Parte 1


Os Jogos Olímpicos de Londres estão à porta.
Todos os caminhos irão dar a Londres. Um frase que bem poderia ser verdade desde Novembro de 2010 quando foi anunciado o noivado do Principe William com Catherine Middleton. Desde o anúncio do noivado, passando pelo casamento real a 29 de Abril de 2011, até às celebrações do Jubileu de Diamante da Rainha Elizabeth II, durante este ano, a verdade é que não será por acaso que o maior evento desportivo de todos os tempos tenha lugar em Londres. Os cofres britânicos agradecem...
Os Jogos Olímpicos sempre foram assistidos por milhões em todo o mundo. O mundo da realeza não é excepção, até porque alguns membros parecem ter uma relação muito especial com este evento, quer por terem  participado enquanto atletas, quer por terem conhecido neste evento a pessoa com quem iriam protagonizar a História das suas vidas, ou inclusive ambos. Muitos monarcas e herdeiros fazem parte dos Comités Olímpicos dos seus países, não sendo por isso surpresa que Londres venha a ter, por estes dias, a maior concentração de cabeças coroadas por km2, pela segunda vez num ano.

Passamos em revista a maneira como os Jogos Olimpicos fazem parte da vida dos protagonistas de Tesouras&Tiaras

Dinamarca
Ora é do conhecimento geral que Frederik da Dinamarca conheceu a sua esposa, Mary Donaldson dos Jogos Olímpicos de Sydney em 2000. Conheceram-se num bar, e nunca mais se separaram desde ai. Este evento desportivo tem pois muito significado para ambos.

Príncipe Frederik com o seu irmão Joachim nos Jogos Olímpicos de Sydney em 2000


Como amantes do desporto, obviamente que nas edições que se seguiram, já casados,  foi vê-los a torcer pelas cores da Dinamarca (e talvez da Austrália também) nos Jogos Olimpicos de Athenas 2004 (com a Rainha Margrethe II)
Da esquerda para a direita: rainha Margrethe II, princesa Mary e Príncipe Frederik


Nos jogos Olimpicos de Beijing em 2008.


E nos Jogos Olimpicos de Inverno em Vancouver 2010.


Não só F&M são fãs dos JO, na família real dinamarquesa. Em Janeiro de 2010, tiveram lugar em Innsbruck, Austria, os Jogos Olimpicos para Juvenis. O principe Nikolai, filho mais velho do Principe Joachim e da sua primeira mulher, a Condessa Alexandra, representou a Dinamarca, juntamente com outras crianças.
Principe Nikolai da Dinamarca



Em 2012, em Londres estão confirmadas as presenças da Rainha Margrethe II, do Príncipe Henrik, do Príncipe Frederik com a Princesa Mary, que estarão na Cerimónia de Abertura. Os Príncipes Joachim e Marie virão mais tarde. 
E todos ficarão a bordo do Iate Real Dannenbrog. Grande estilo!!

Espanha ( e Grécia)
Por onde começar? Este país tem uma grande tradição nos Jogos Olímpicos. É conhecida a paixão que a família real tem pelo desporto no geral, e por os desportos náuticos em particular. É comum vermos o Rei Juan Carlos, o Príncipe Felipe e a Infanta Cristina a participarem em regatas de Verão em Palma de Maiorca. Não é pois por acaso, que alguns deles tenham inclusive participado em algumas edições dos JO. 

A ainda então Princesa Sofia da Grécia participou em 1960 nas Olimpíadas de Roma, fazendo parte da equipa de Vela (não encontrei fotografias do evento). Dois anos depois casou com Juan Carlos de Espanha, e o seu gosto pela vela manteve-se, até porque é um gosto partilhado pelo marido.
Rainha Sofia de Espanha

O seu irmão, o Príncipe Constantino da Grécia, também participou nesta competição em 1960, trazendo para casa a medalha de ouro em vela na classe dragon. Constantino subiu ao trono em 1964 e foi exilado em 1973, quando a monarquia na Grécia foi abolida.

Principe Constantino da Grécia com a sua medalha de ouro

O próprio Rei, quando ainda era herdeiro aparente do trono, participou em 1972 nos JO de Munique, tendo obtido um 15º lugar na competição de Vela. Não tenho fotografias do evento, infelizmente :(
Rei Juan Carlos de Espanha

O Príncipe Felipe, também ele praticante exímio de Vela, fez parte da equipa olímpica que em 1992 representou Espanha, em Barcelona. Contando com o factor casa, foi um orgulho para toda a família ver Felipe como porta-bandeira da equipa Olímpica na cerimónia de abertura. A qualidade do vídeo não é das melhores, mas dá para ter uma ideia.


Depois disso Felipe tem marcado presença em várias edições nos JO, juntamente com a sua mulher, Letizia, e alguns familiares,  como foi o caso dos Jogos Olímpicos de Beijing 2008.
Príncipe Felipe e Princesa Letizia em Beijing 2008


Príncipe Felipe partilhando uma piada com o seu tio ex-atleta/ex-rei medalhado Constantino da Grécia. Ao lado a Rainha Anne-Marie da Grécia, esposa e Constantino e irmã da Rainha Margrethe II da Dinamarca


Príncipe Felipe com a sua irmã Cristina


A Infanta Cristina também foi porta-bandeira da equipa olímpica espanhola em 1988 nas Olimpíadas de Seul, em que integrou a equipa de Vela. 

Foi também numa edição dos Jogos Olímpicos, Atlanta 1996 que Cristina conheceu o seu marido, jogador da selecção espanhola de andebol Inaki Urdangarin y Liebaert.

 Inaki ganhou a medalha de bronze nesta competição e repetiu o feito em  Sydney 2000. 
Infanta Cristina de Espanha e Inaki Urdangarin

Cristina sempre apoiou o marido entusiasticamente.

Juan Valentín Urdangarin y Borbón, filho mais velho de Cristina e Inaki, ao colo da Rainha Sofia de Espanha, a olhar muito surpreendido para a sua mãe, Cristina.


E parece que assim continua, apesar dos escândalos...


Holanda
Os únicos Jogos Olímpicos que tiveram lugar na Holanda, foram em Amesterdão no longínquo ano de 1928, ainda Wilhelmina era Rainha.
Actualmente são os príncipes de Orange, Willem-Alexander e Maxima que se fazem representar nos JO, tanto de Verão como de Inverno. E não precisam de mais ninguém, porque este casal por si só faz a festa! :)

Em 2006 assistiram aos JO de Inverno em Turim, acompanhados das suas filhas, as Princesas Catharina-Amalia de 3 anos e a Princesa Alexia de apenas um ano.


Em 2008, em Beijing, também lá estiveram. E apoio não faltou...





Finalmente em 2010, nos JO de Inverno, a família estava entusiasticamente completa com a presença da Princesa Ariane.


Os príncipes de Orange com as suas três filhas: Catharina-Amalia, em frente de pé, Alexia ao colo da mãe e a pequena Ariane às cavalitas do pai. O rei Constantino da Grécia, à esquerda, observa a cena. 

Este ano em Londres, estão confirmadas as presenças do casal e das suas três filhas. Entusiastas como sempre, de certeza!!

Por hoje é tudo. 

Brevemente Os Jogos Olímpicos e a Realeza - Parte 2

Comentários

Mensagens populares