quinta-feira, 17 de maio de 2012

Máxima é o máximo!!

Directamente do país do tango para o país das tulipas.
Podia ser muito bem o slogan turístico para um roteiro romântico cheio de paixão e beleza, ou simplesmente a vida da Princesa Máxima dos Países Baixos.
Nascida Máxima Zorreguieta Cerruti, esta argentina é a esposa do Principe Willem-Alexander, Príncipe de Orange e herdeiro do trono laranja mecânico (que é como quem diz Holandês).
Economista de profissão trabalhou para grandes companhias internacionais financeiras do seu país, nos Estados Unidos e na Europa.
Foi num país igualmente colorido e cheio de sentimento, Espanha, que Máxima conheceu o seu futuro marido, desconhecendo quem ele era (sim, existem mesmo histórias destas..).
A oficialização do namoro e noivado foi dificultada por duas coisas que geralmente são alvo de conflitos mundiais: religião e família. Máxima, católica fervorosa e filha de um ex-ministro da Ditadura de Jorge Videla, teve que enfrentar não só o desafio de casar com o príncipe herdeiro de um país europeu, como também sofrer criticas por não se converter ao Protestantismo  e suportar a ausência do seu pai no dia mais importante da sua vida, pois era impensável um representante de um dos governos mais sangrentos da história da Argentina, comparecer ao casamento da futura Rainha de um país onde se localiza a sede do Tribunal Internacional de Justiça no qual se julgam crimes de guerra e se defendem direitos humanos. Mesmo que essa futura Rainha fosse a sua princesa... =(
Máxima colocou o seu conhecimento académico ao serviço do se novo país sendo uma voz activa no mundo sobre a importância da inclusão financeira para reduzir a pobreza e alcançar metas de desenvolvimento. A princesa Máxima trabalha com líderes governamentais, reguladores e supervisores financeiros, organizações inter-governamentais, parlamentos, sociedade civil, sector privado e  meios de comunicação para sensibilizar e promover a acção.
Fora tudo isso, é ainda uma das Princesas mais espontâneas e com mais estilo da Europa. A sua natureza faz com que tenha um estilo muito próprio, nem sempre acertado, mas que traduz as suas origens e a sua própria personalidade exuberante, ver aqui. Máxima não se inibe de usar e abusar de cores, acessórios, padrões mais bold, turbantes e toucados, já para não falar das belissimas tiaras que possui, para mostrar que está mais do que à vontade no seu papel sem que tenha que abdicar de quem é. E verdade seja dita, que mesmo quando as suas escolhas não são as mais felizes, o seu sorriso fácil faz perdoar qualquer deslize.
Tem três meninas lindas e louras como a mãe. São chamadas as três A´s da Holanda: Amalia, Alexia e Ariane.
O casamento fez recentemente 10 anos e fala-se cada vez mais da abdicação da Tia Bia (também conhecida como Rainha Beatrix) que sempre apoiou a nora a 200% perante tudo o que Máxima teve que enfrentar.
No dia do seu 41º aniversário, tenho de vos confessar que Máxima não poderia ser princesa noutro país que não a liberal Holanda. Mas a Argentina tem nela a sua mais representativa "Rainha"!!



1 comentário:

  1. Ela tem mesmo um sorriso daqueles. Realmente, moda não é o seu forte, mas não se pode ter tudo. E contra todas as adversidades, creio que seja feliz e dotada de uma personalidade muito forte, ao estilo mulher de armas :)

    ResponderEliminar