quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Esplendor Real #12 / Royal Splendor #12

Hoje voltamos a mais uma dose de anéis de noivado das nossas casas reais favoritas.
Recentemente afastada dos eventos oficiais devido a uma cirurgia cervical, a Princesa Mette-Marit da Noruega merece a nossa admiração e respeito, não pelo seu estilo, mas pela história de amor que vive, pelo trabalho que desenvolve, pela emoção e sensibilidade que trás consigo e pela linda família que criou.
Tais valores poderão vir de trás, mas encontraram eco e conforto no seio da monarquia mais recente da Europa, mas que ainda assim tem bastante tradições.
Como o caso do anel de noivado que tem passado de geração em geração, uma peça em ouro com diamantes e dois rubis em forma de crescente.
Today we return to another dose of engagement rings from our favorite royal houses.
Recently removed from official events due to cervical surgery, Crown Princess Mette-Marit of Norway deserves our admiration and respect, not for her style, but the love story that she lives, for her work, by all the emotion and sensitivity that she brings with her and for beautiful family she created.
Such values ​​could come from her past, but they perfectly fit within the youguest monarchy in Europe, but that still has quite traditions.
As the case of the engagement ring that has been passed from generation to generation, a piece of gold with diamonds with two crescent shaped rubies.


Este anel foi originalmente o anel de noivado da Princesa Martha Louise da Suécia. Martha Louise tinha ficado noiva do Príncipe da Coroa Olav da Noruega. O noivado foi anunciado em 1928, após os Jogos Olímpicos de Verão, nos quais Olav participou e ganhou uma medalha de ouro na categoria de Vela. Infelizmente, Martha Louise nunca chegaria a subir ao trono pois morreu em 1954, três anos antes do seu marido se tornar Rei da Noruega.
This ring was originally the engagement ring of Princess Martha Louise of Sweden. Martha Louise had become engaged to Crown Prince Olav of Norway. The engagement was announced in 1928, after the Summer Olympics, in which Olav participated and won a gold medal in the category of Sailing. Unfortunately, Martha Louise would never come to the throne because she died in 1954, three years before her husband becomes King Olav of Norway.

O anel passou para o filho deles, o Príncipe da Coroa Harald que o deu à plebeia Sonja Haraldsen. Uma história de amor sofrida, pelo receio de Sonja não ser aceite na corte do Reino das Neves, mas que depressa conquistou a admiração do povo, que cedo se rendeu a esta história de amor. O casal acabou por casar em 1954 e a Noruega ganhou uma Princesa da Coroa plebeia.
The ring passed to their eldest son, the Crown Prince Harald that gave it to the commoner Sonja Haraldsen. A suffered love story, because there were fears of Sonja would not be accepted in the court of the Snow Kingdom, but quickly she won the admiration of the people, which soon surrendered to this love story. The couple eventually married in 1954 and Norway won a commoner Crown Princess.

Mas a mais invulgar das noivas norueguesas foi mesmo Matte-Marit Tjessem Hoiby. Haakon, príncipe da Coroa norueguesa conheceu a sua futura esposa em 1999 no festival de rock Quart.
Quando a relação foi tornada pública, o passado da namorada do príncipe também. Mãe solteira e com um passado controverso de rebeldia e drogas, Matte-Marit não era propriamente considerada como a perfeita candidata a futura Rainha consorte. No entanto o romance foi para a frente, com o casal a mudar-se para um apartamento em Oslo juntamente com o filho de M-M. Uma decisão dura, segundo admitiu o próprio Haakon, que enfrentou o seu pai, convicto que tinha encontrado a companheira perfeita. Aos poucos M-M foi conhecendo a vida real e o anuncio do noivado aconteceu em Dezembro de 2000. Mette-Marit recebeu o anel de herança.
But the most unusual of all the Norwegian royal brides, was indeed Matte-Marit Tjessem Hoiby. Haakon, Crown Prince of Norway met his future wife in 1999 at Quart rock music festival.
As the relationship was made ​​public, so the prince's girlfriend past. Single mother with a controversial past of rebellion and drugs, Matte-Marit was not properly considered as the perfect candidate for a future consort Queen. However, the romance went forward, with the couple moving in together to an apartment in Oslo with Mette-Marit little son. A tough decision, as Haakon himself admitted, when he faced his father, convinced he had found the perfect mate. Gradually MM met the royal life and the announce the engagement took place in December 2000. Mette-Marit received the ring.

Um anel que primeiro pertenceu a uma princesa de sangue real, passou primeiro para uma plebeia, e finalmente para uma plebeia mãe solteira. Pessoalmente não sou fã, mas que carrega muita história e simbolismo, lá isso carrega!!
A ring first belonged to a princess of royal blood, then to a commoner, and finally to a commoner single mother. Personally I am not a fan, but it carries a lot of history and symbolism, which I find very sweet and great!

E vocês gostam mais do anel ou da sua história?
And about you: a ring fan or a storie-ring fan?

6 comentários:

  1. Propriamente não o acho um anel muito belo, mais sua linda história o deixa muito belo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também acho a história bonita. Todas as princesas herdem peças, mas estas assim são especiais.

      Eliminar
  2. Da história, sem dúvida!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pela comentário Sara ;)
      Sim, acima de tudo pela história de passagem de testemunho...Acredito que com a próxima geração será diferente, porque Ingrid deverá receber um anel do noivo. ;)

      Eliminar
  3. Confesso que julguei este casal destinado ao divórcio em menos de 10 anos de casamento. Mordi minha língua! O anel tem desenho razoável, mas ele tem dado sorte de união duradoura aos que o usam , tipo "até que a morte os separe".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade. Apesar de raramente vermos M-M usá-lo nos últimos anos (especula-se que Haakon lhe terá dado um anel novo anos mais tarde e que este ficou guardado), vê-se que simboliza uma união duradoura.

      Eliminar